segunda-feira, 10 de junho de 2024

Bem-aventuranças III (Mansidão)

 



Desprendido de si e das suas coisas,

o coração humilde entra no seio

profundo da liberdade.

Pouco lhe importa o que pensem

ou digam dele, e a sua morada

permanente é no reino da serenidade.

Nada tem que defender,

porque nada possui.

A ninguém ameaça e por

ninguém se sente ameaçado.

Ignacio Larrañaga

Ailime 



Felizes os mansos, porque possuirão a terra»

“É uma frase forte, neste mundo que, desde o início, é um lugar de inimizade, onde se litiga por todo o lado, onde há ódio (...). 

Embora pareça impossível, Jesus propõe outro estilo: a mansidão” . 

E recorda aos cristãos que “Mesmo quando alguém defende a sua fé e as suas convicções, deve fazê-lo com mansidão (cf. 1 Ped 3, 16), e os próprios adversários devem ser tratados com mansidão (cf. 2 Tm 2, 25). 

Na Igreja, erramos muitas vezes por não ter acolhido este apelo da Palavra divina”.
(Gaudete et Exsultate)

Roselia




4 comentários:

  1. Tão bom sentir-se tranquilos, "mansos"... Mas, confesso, nem sempre assim somos,rs... Por vezes uma "fera " aparece em nós e é preciso deixá-la se expressar. Depois se acalma! beijos às duas, chica

    ResponderExcluir
  2. Olha que coincidência! Meu nome é André Mansim, e hoje uma pessoa pra brincar comigo falou esse versículo!
    E ele é verdade... Ódio e soberba não deve existir na eternidade... Pelo menos não do lado bom.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Os mansos herdaram a terra. Ser manso é uma aventura. Amei a postagem boa para uma reflexão. Bom final de semana. Bjs querida. Abcs NalPontes

    ResponderExcluir
  4. Num mundo tão conturbado é difícil conseguir manter sempre mansidão e serenidade, mas temos de tentar, a vida tem outro encanto quando assim agimos.
    Maravilhosas palavras.
    Beijinhos queridas amigas

    ResponderExcluir

Inspiração Divina

Não existe lógica nem linha reta no comportamento humano. De repente, nos dias azuis, a alma do homem está nublada, e nos dias nublados, a s...